Área Multidisciplinar

A Residência de Enfermagem em Terapia Intensiva foi idealizada a partir do Serviço de Enfermagem do Hospital da Cidade em  parceria com a Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia e Instituto Sócrates Guanaes – ISG. A primeira turma foi concretizada em 2002, como projeto inovador no campo da Saúde, pelo estabelecimento de um convênio tripartite entre a EEUFBA, o ISG e o Hospital da Cidade.

Essa residência é um marco para a Educação em Enfermagem do Norte e Nordeste pelo seu pioneirismo, sendo apresentada como a primeira especialização em Enfermagem neste formato da região e uma das mais respeitadas e valorizadas pelo quantitativo e qualitativo de seus especialistas egressos do serviço.

A residência se destina à qualificação do enfermeiro no âmbito profissional, científico e pessoal, transcendendo assim seu caráter acadêmico profissional. O enfoque especial da humanização e do cuidado transdisciplinar é uma característica marcante do HC que vem diferenciar e qualificar o integrante deste projeto, não só no aspecto técnico e científico, como pessoal e humano.

OBJETIVOS DA RESIDÊNCIA

  • Capacitar e qualificar Enfermeiros, em nível de especialização em formato de residência em Terapia Intensiva;
  • Correlacionar o conhecimento teórico com o prático, embasado em estudos técnico-científicos, dando-lhes segurança no desenvolvimento de suas ações cotidianas;
  • Aprofundar, atualizar e ampliar os conhecimentos da grande área de Enfermagem, mantendo-os informados das  mudanças e inovações científicas;
  • Favorecer a vivência multiprofissional;
  • Desenvolver a interdisciplinaridade;
  • Capacitar o profissional para a prática da docência;
  • Despertar nos profissionais a importância do atendimento ético e humanizado e o cuidado Transdisciplinar aos pacientes na UTI;

A Residência de Fisioterapia em Terapia Intensiva Idealizado com o propósito de capacitar e qualificar fisioterapeutas em nível de especialização, preparando-os para a prática da fisioterapia hospitalar, despertar nos profissionais a importância do atendimento ético e humanizado dos pacientes hospitalizados, correlacionar o conhecimento teórico com o prático, fundamentado em estudos técnicos-científicos, proporcionando aos fisioterapeutas segurança  no desenvolvimento de suas ações cotidianas. Os egressos do Programa deverão ser profissionais capazes de correlacionar o conhecimento teórico com o prático e de oferecer ao paciente uma assistência humanizada, segura e atualizada, no contexto do Sistema Único de Saúde-SUS.

Pontos fortes: 

·         13 anos de experiência no programa de residência em fisioterapia hospitalar;

·     Atividades práticas supervisionadas por preceptores com alta capacitação e especialização reconhecida pelo conflito;

·  Caráter de aprendizagem multiprofissional – treinamento em serviço concomitante com outros programas de residências médicas e de enfermagem;

·         Aulas teóricas e práticas no campo prático;

·         Discussão de artigos científicos atualizados;

·         sessões de discussão de caso clínico multiprofissional.